Piadas de Animais ( papagaio e cia. )
A cada dia mais novidades, confira sempre!

O coelhinho tropeça numa cobra e logo justifica:
- Desculpe! É que eu não te vi... sou cego!
- Não tem problema! - ameniza a cobra. - Eu também não te vi... também sou cega. Que tipo de animal é você?
- Não sei! Quer me apalpar pra ver se você descobre?
- Quero! Hummm... você é macio... fofinho... tem orelhas longas... focinho pequeno... já sei! Você deve ser um coelhinho!
- Que legal! E você, que bicho você é?
- Também não sei! Por que você não tenta descobrir?
- Legal! Hummm.... Você é grosso... frio... duro... escorregadio...
Acho que você é um advogado!

Nivaldo Danucalov danucalo@rural.com.br Belo Horizonte Minas Gerais


Um rapaz possuía dois passarinhos: um que cantava demais e outro que não cantava nada... Certo dia, esse rapaz resolveu vendê-los em uma feira; colocou-os expostos para que todos os vissem e então um dos passarinhos começou a cantar sem parar, enquanto o outro ficava constantemente calado. Um senhor chegou para o rapaz e perguntou:
"Quanto custa as avezinhas, meu jovem?"
O rapaz respondeu:
"Esse que tá cantando custa 50 reais e o calado custa 100...
O senhor estranhou:
"Ué! Por que o passarinho que tá calado custa mais do que o que está cantando?"
- "Porque o que tá calado é o compositor".


A mulher chegou ao canil resolvida a comprar um cão de guarda, fazendo uma surpresa ao seu marido que tinha muito medo que lhe roubassem a casa, e perguntou ao funcionário :
- Senhor, qual o melhor cão de guarda que eu posso comprar?
- A senhora pode comprar um dos nossos cães treinados para proteger as casas.
- Quanto custa esse cachorro?
- A bagatela de R$ 900,00.
- Tudo isso ! Que absurdo!
- Bom nós temos em promoção este cachorro aqui por R$ 100,00.
- Que coisa horrível! Esse cachorro é rabugento! não protegeria minha casa!
- Mas minha senhora, este é o cachorro Ninja!
- O que?????
- Eu lhe darei uma demonstração. A senhora esta vendo aquela porta?
- Sim.
- NINJA, A PORTA!!!!!
O Cachorro partiu para cima da porta e destruiu a porta.
- NINJA, A GELADEIRA!!!!!
O Cachorro partiu novamente e acabou com a geladeira.
- Oh! Isso é incrível! Vou leva-lo!!!!
Ao chegar em casa...
- Meu amor! Comprei um cão de guarda para nossa casa.
- Que isso que cachorro horrível!!!! Quanto custou?
- Apenas R$ 100,00.
- O que você esta louca?!?!
- Mas amor este é um cachorro Ninja!
- NINJA?????? NINJA O CACETE!!!!!!!!!!
- AAAAARRRRRRGGGGGHHHHHH!!!!!!!!!!!!

Nivaldo Danucalov danucalo@rural.com.br Belo Horizonte/Minas Gerais


Toda vez que Mariana ia ao toalete, seu papagaio espiava pelo buraquinho da fechadura e dizia:
- Eu vi a bunda da Mariana!
Um dia, Mariana perdeu a paciência e falou pro papagaio:
- Da próxima vez que me espiar pelo buraquinho da fechadura, te arranco as penas e coloco você no freezer!
E o papagaio:
- Eu vi a bunda da mariana!
Aí ela pegou o papagaio e colocou no freezer. Dentro do freezer, ele encontrou um peru todo depenado e perguntou:
- Peru, você também viu a bunda da Mariana?


O ratinho casa-se com a Elefanta e em plena Lua de Mel, quando o rato começa delicadamente a sua tão sonhada tarefa de desvirginá-la, eis que surge uma abelha e dá uma ferroada na orelha do paquiderme.
- Uaaaaaaauuu! - grita a Elefanta.
E o ratinho:
- Desculpa, meu amor, eu não queria te machucar, mas é que você me deixa completamente maluco!


Um avião cai na floresta com dois executivos. Os dois não têm outra escolha
senão pegar as suas maletas e sair andando. Daí surge um leão babando de
fome olhando para os dois executivos. Um deles se abaixa, tira um tênis da
mala e começa a calçá-lo. O outro não entende.
- Seu idiota! Você acha que vai correr mais que o leão com esse tênis?
- Eu não quero correr mais que o leão. Eu só quero correr mais do que você.


Essa é de papagaio de bordel. Senhora das mais grã-finas, ganhou de presente um papagaio. Só que ela não sabia que o papagaio tinha pertencido antes a um bordel. Portanto, logo no primeiro momento em que o bicho viu a sua nova proprietária, foi logo dizendo:
- Currupaco! Cafetina nova!
A mulher ficou muito chocada, chamou todas as filhas na sala para verem que o papagaio não tinha modos. Assim que elas entraram, o papagaio foi logo gritando:
- Oba! Material novo no bordel!
Agora, o choque foi completo. A senhora virou-se para as filhas e disse que logo que o pai chegasse, esse trataria de pôr um fim ao papagaio. O papagaio ficou morrendo de medo, até que viu o dono da casa entrar na sala, quando deu uma olhada para ele e suspirou aliviado:
- Oba! To salvo... freguês velho!


Um papagaio de lábio pintado, penacho do rabo todo arrepiado e balançando uma bolsinha a tiracolo foi visto por outro que estranhando a cena, indagou:
- Que é isso meu irmão, como você mudou ! Olha, cansei de dar o pé. . .


A menina tanto pedira que o pai, no dia do seu aniversário, comprou-lhe um papagaio, mal sabendo que a sua proveniência era de um famoso bordel da cidade. Depois de apagar as velinhas, todos os convidados foram ver os presentes recebidos e alguém perguntou:
- O que foi que você mais gostou?
- Foi o papagaio que papai comprou.
- Ele fala?
- Experimenta
- Escuta, louro, o que você está achando do pessoal?
O louro deu uma breve olhada e respondeu:
- A rapaziada eu conheço toda, mas a putada e toda nova!


O louro não tinha uma perna e para se sustentar no poleiro ele se apoiava no pinto. Um dia, após breve ausência do patrão, ele foi por ele encontrado com a perna engessada, a cabeça enfaixada, o corpo todo cheio de Mertiolato e esparadrapo. O que aconteceu?
- Sabe. .. quando o senhor saiu, entrou um homem no quarto da sua mulher que foi logo tirando a roupa e a dela também, começou a beija-la e a bulina-lá, abraçou-a e foi-se deitando na cama. . .
- E então?
Então eu fiquei de pau duro, cai do poleiro e não vi mais nada.


Um casal tinha um papagaio que toda noite quando a mulher passava no corredor para ir dormir, o papagaio virava pra ela e dizia:
- Vai dar heim sua vaca!!!
Ela foi lá no quarto e disse para o marido que não acreditou, então ela falou:
- Porque você não se veste de mulher e passa lá perto dele?
O marido põe o penhoar, passa batom na boca e passa no corredor.
O papagaio quando vê ele, diz:
- IH, ALÉM DE CORNO É VIADO TAMBÉM ...


No interior do Ceará, uma freira viu um papagaio numa feira e ficou encantada com o bichinho, ele rezava pai-nosso, etc... e comprou na hora, chegando em casa instalou o papagaio perto da janela e foi-se embora. O papagaio, desocupado, ficou "vendo o tempo", quando começou a chover passou alguém e disse:
- Vixe, que aguinha pai-dégua!
O papagaio, muito esperto, decorou, passou a chuva e uma mula empacou na frente da janela, se deitando no meio da rua, desesperando o dono:
- Mete o dedo no cú dessa égua que ela se levanta num instante!
O papagaio decorou. Depois de uma semana a freira decidiu que queria batizar o papagaio e tanto perturbou o padre que conseguiu a cerimônia, no instante em que o padre despejou a água-benta sobre o papagaio, este gritou:
- Vixe, que aguinha pai-dégua!
Então a freira desmaiou, e papagaio soltou:
- Mete o dedo no cú dessa égua que ela se levanta num instante...


O cara entrou no restaurante e perguntou o preço da galinha ao molho pardo.
- Dez reais - respondeu o garçom.
- Dez reais? Ta doido? É muito caro!
Então ele vê um papagaio no poleiro atrás do balcão, vira-se pro garçom e diz:
- Não dá pra você me preparar um molho pardo mais barato?
O garçom olha na mesma direção do freguês, entende a indireta e responde:
- É... esse molho pardo eu posso fazer para o senhor a cinco reais...
E o papagaio:
- Currupaco! Come a galinha, freguês! Eu pago a diferença!


O caminhoneiro levando uma carga de galinha do interior para a cidade. Na boléia, para lhe fazer companhia, um papagaio. No meio da estrada, apareceu uma moça pedindo carona. Conversa daqui, conversa dali, ele foi direto, cantou logo a moça. Ela disse que não.
O motorista ficou uma fera:
- Ou dá, ou desce!
A moça deu uma hesitadazinha, ele pegou o papagaio e jogou para trás, na carroceria, pra não ficar de voyeur, mas quando se viu sozinho, cadê que ela deu?
- Ou dá, ou desce! - berrou o motorista, já sem paciência.
Não é que a moça desceu? Então o caminhoneiro segui viagem quando parou o caminhão e foi conferir a mercadoria, levou o maior susto da sua vida. Os engradados estavam todos vazios, não tinha uma só galinha no caminhão, ou melhor, tinha uma pobre franguinha, toda encolhidinha lá no fundo, com o papagaio apertando ela no canto:
- OU DÁ, OU DESCE!


O cara tinha uma casa de sucos e um papagaio de estimação, que ficava sempre lá perto do balcão. Um dia, o cara teve de sair e falou pro papagaio:
- Louro, vou ter de sair um pouco. Você fica tomando conta da casa. Se aparecer um freguês, diz pra ele que temos suco de abacaxi, de caju e de ameixa, valeu? Dentro de alguns minutos, aparece um freguês:
E o papagaio:
- Abaixa aí , abrecu e não se mexa!


O pinto e a pinta foram ao cinema. Quem pagou a conta? Resp.: A pinta, porque o pinto estava duro.


Nasceram três pintinhos: Dois sem boca e um sem bunda. Os dois primeiros morreram de fome. O terceiro morreu de que?
R: Foi peidar e explodiu!!!


Todos os dias o elefante destruía a casa das formiguinhas, um dia elas fizeram um plano para matar o elefante. No dia seguinte o elefante pisou na casinha delas e todas subiram
nele ,o elefante deu uma balançada todas caíram e só sobrou uma no pescoço, e todas que caíram começaram a gritar:
- Enforca ,enforca, enforca!!!


A mulher passa numa loja de animais e vê um papagaio. De repente, fica com vontade de ter um bicho que fala dentro de casa. Depois de acertado o preço, o vendedor adverte:
- Olha, tenho que adverti-la que este papagaio pertencia à dona de um bordel, e de vez em quando ele tem um linguajar bem vulgar.
A mulher pensa um pouquinho, e decide comprá-lo assim mesmo, e o leva para casa. Lá, ela pendura a gaiola e o papagaio, olhando ao redor, diz:
- Casa nova, dona nova.
A mulher acha divertido. Algum tempo depois, chegam as duas filhas adolescentes da escola. O papagaio diz:
- Casa nova, dona nova, vadias novas. Inicialmente ofendidas, as garotas acabam dando risada do papagaio.
Mais tarde, chega o marido. O papagaio diz:
- Casa nova, dona nova, vadias novas, clientes velhos. Oi, Seu Zé!


Era uma vez um boi de um lado da cerca e uma vaca do outro lado, eles namoravam faz anos só que um dia o boi Carambola
não agüentou mais e resolveu pular a cerca . Quando ele chegou perto da vaca perguntou:
- Qual seu nome?
A vaca respondeu:
- Mimosa e o seu?
- Carambola, mas pode me chamar de caram que a bola ficou presa na cerca.


O pintinho vinha correndo e o galo atrás, continuava correndo e o galo atrás, dai o papagaio falou para o pintinho:
- Encosta a bunda na parede. E o pintinho falou :
- Não adianta ele quer que eu chupe.


Um garotão tinha um bugre e usava o seu papagaio como retrovisor. Na hora das ultrapassagens, ele consultava sua ave:
- "E aí, vai dar?"
O papagaio observava e logo respondia:
- "Vai, que dá".
E ele ultrapassava sem pestanejar. Assim, os dois percorreram longas distâncias. Certo dia, na BR 116, o rapaz estava mais apressado que nunca, e lá vem a pergunta:
- "E aí, dá?"
- "Vai que dá".
O rapaz inicia a ultrapassagem em 8 veículos, quando observa uma jamanta vindo em sentido contrário. Preocupado, pergunta ao papagaio:
- "E aí, dá?"
- "Vai que dá".
E ele acelera frenéticamente, mas o bugre parece não sair do lugar.
- "E aí, dá?"
- "Ééééé, num dá não, eu vou voar, vou voar!"


O sujeito entra numa loja e dá de cara com um enorme cartaz: "Cuidado com o Cão". Preocupado, ele faz as suas compras sempre atento para alguma eventual surpresa, quando na saída se depara com um cãozinho minúsculo, que cabia na palma da mão.
- Esse é o cachorro com que eu tenho que tomar cuidado?
- Exatamente - responde o caixa.
- Mas esse cãozinho não tem nada de perigoso.
- Realmente não tem.
- Então, que maluquice é essa de colocar esse cartaz "Cuidado com o cão"?
- É porque antes todo mundo pisava no coitado.


O apresentador do circo anuncia:
- Agora, a mulher mais corajosa do mundo vai deitar dentro da jaula do tigre e o tigre vai lambê-la inteirinha!
A mulher entra na jaula, o tigre faz o que foi anunciado e a platéia delira. Aí o apresentador volta ao microfone e pergunta:
- Tem alguém aí na platéia com coragem de fazer o mesmo?
Um rapaz grita lá no fundo:
- Eu tenho, mas primeiro tira o tigre daí!


Treis morcegos fizeram uma aposta para ver quem conseguia chupar o sangue da maior presa. Então, iniciaram. O primeiro morcego foi e retornou à árvore com os dentes ensangüentados. Perguntaram à ele:
- O que você conseguiu?
- Tão vendo aquele cachorro no chão? Chupei o sangue todinho dele!
O segundo morcego foi e rapidamente retornou à árvore, com a boca e o nariz ensangüentados. Os outros perguntaram:
- O que você conseguiu?
- Tão vendo aquele cachorro?
- Sim.
- Tão vendo aquela vaca?
- Sim.
- Chupei todo sangue dela!
E partiu o terceiro morcego, retornando sem demora à árvore, com a face toda ensangüentada. Perguntaram à ele:
- Nossa! O que você conseguiu?
- Tão vendo aquele cachorro?
- Sim.
- Tão vendo aquela vaca?
- Sim.
- Tão vendo aquele muro?
- Sim.
- Pois é. Eu não vi!


Um sujeito, precisando de uma nova secretária, coloca um anúncio no jornal. No dia seguinte, batem à porta. Ao atender, o cara depara com um cachorro. Bem, um cão normal, quatro patas, um focinho, duas orelhas... com uma exceção: o cachorro estava segurando o jornal com a pata, e apontando com a outra, começa a latir:
- Au! Auuu! Grr! Au! Au!
O sujeito entende que o cachorro quer a vaga de secretária, mas diz:
- Um cachorro como secretária? Mas isso é ridículo! Você não sabe datilografia!
O cachorro senta numa máquina de escrever e datilografa uma carta de apresentação, na base de 200 toques/minuto. O cara coça a cabeça e diz:
- Bem, mas também precisa conhecer um pouco de computação.
O cão senta no micro e aciona mouse, entra na Internet, faz o diabo... Aí, o cara se desespera e diz:
- Mas não dá!!! Eu preciso de uma secretária BILÍNGUE!
E o cachorro, sem perder tempo:
- MIAU!!!


Um senhor bem aparentado, advogado da cidade grande, foi certa vez trabalhar no interior de São Paulo. Ficando lá o tempo passava e nada de arranjar mulher. Já ficando desesperado deseja pedir ajuda a um amigo:
- " Rapaz, o negócio aqui está ruim. Onde é que dá para eu arrumar uma mulher?"
 O outro responde:
- " Rapaz, aqui o negócio tá feio, mas tem uma jumentinha que quebra o gal...." 
Ficando vermelho de cólera o doutor nem deixa o outro terminar e vai logo dizendo:
- " O senhor acha que eu tenho cara de que?". E sai logo puto da vida.
Mas o tempo passa e nada. Decidiu então voltar ao encontro do amigo:
- " Rapaz, o negócio do jumentinha como é?"
 O outro responde:
- " Ah! Eu sabia que o senhor não ia agüentar! O esquema é esse: Você desce a rua e quando chegar no final dobra a direita lá na margem do rio, o senhor encontrará a jumentinha."
- " O.k. Obrigado."
E o doutor parte atrás da jumenta. Dobrando a rua ele avista a margem e vê aquela fila enorme, todos atrás da jumentinha. Mas lembra-se que o amigo falou que todos na cidade o conheciam e que daria a frente para ele.
Dito e feito:
- " Tudo bom doutor? pode passar na frente".
O advogado foi logo chegando abaixando as calças e traçando a jumentinha. Todos então se espantam:
- " Doutor o que é isso? O que o senhor está fazendo?"
Ele responde envergonhado então:
- " Ué, a jumentinha não é para quebrar o galho?".
- " É, mas ela quebra o galho atravessando o rio. Do outro lado tem um Cabaré!"


Era uma vez um pardalzinho que odiava ter que voar para o sul por causa do inverno. Ficava tão apavorado com a idéia de deixar seu lar que decidiu adiar a viagem até o último momento possível. Depois de se despedir carinhosamente de todos os seus amigos pardais que partiam, voltou ao seu ninho e lá ficou por mais quatro semanas. Finalmente, o tempo se tornou tão desesperadamente frio que ele não pode adiar mais. Quando o pardalzinho partiu e iniciou seu vôo para o sul, começou a chover. Rapidamente, começou a se formar gelo sobre suas azinhas. Quase morto de frio e exausto, foi perdendo altura e caiu por terra em um pátio de estrebaria. Quando estava exalando o que pensava ser seu último suspiro, um cavalo saiu da estrebaria e, virando o traseiro em sua direção, recobriu o pardalzinho de merda. A princípio, o pardalzinho não podia pensar em outra coisa, a não ser que aquele era um modo horrível de morrer: TODO CAGADO! Porém, quando a merda começou a subir e penetrar em suas penas, aquela passou a aquecê-lo e a vida recomeçou a voltar a seu corpo. Ele descobriu também que tinha espaço para respirar. Subitamente, o pardalzinho sentiu-se tão feliz que começou a cantar. Naquele momento, um grande gato entrou na estrebaria e, ouvindo o gorjeio do pássaro, começou a remexer o monte de merda, para descobrir de onde vinha o som. O gato, finalmente, descobriu a ave. E a comeu.

Esta história contém quatro ensinamentos morais:
Nem sempre aquele que caga em você é seu inimigo.
Nem sempre aquele que te tira da merda é seu amigo.
Desde que você se sinta quente e confortável, mesmo que seja num monte de merda, conserve o bico calado.
Quem está na merda não canta!!!


Um sujeito entrou num bar com seu macaco de estimação. Pediu uma cerveja, e enquanto a tomava, o macaco fazia a maior zona no bar se pendurando no lustre, subindo nas mesas, e comendo tudo que via pela frente. O bicho viu umas azeitonas colocadas num prato na bandeja de um garçom e comeu todas ao mesmo tempo. Depois pegou algumas fatias de queijo que estavam numa tábua dando sopa e comeu tudo.
A seguir pulou numa mesa de sinuca, pegou a bola 7 enfiou na boca e a engoliu.
O dono do bar vendo aquilo tudo, gritou para o dono do macaco:
- Você viu o que seu macaco fez? O sujeito respondeu:
- Não, o que foi?
- Ele comeu a bola 7! Exclamou o dono do bar.
- Isso não me surpreende, ele come tudo que vê pela frente.
Mas não tem problema, eu pago por tudo." Disse o dono do macaco. Acabou de tomar a cerveja, pagou a conta, pegou o macaco e foi embora.
Duas semanas mais tarde, volta o cara com o macaco. Pediu uma cerveja, e o macaco começou a bagunça de novo. Subiu no bar e viu uma tigela cheia de ovos de codorna. Pegou um, enfiou no rabo, em seguida retirou-o de lá e o comeu.
O dono do bar vendo aquilo, esbravejou :
- Você viu o que seu macaco fez?
- Não, respondeu o sujeito.
- Ele pegou um ovo de codorna, enfiou no rabo, depois o puxou para fora e comeu!
Isso não me surpreende. Disse o dono do macaco. "Desde que ele comeu aquela bola de sinuca, ele mede tudo antes de comer."


Tinha uma perereca preparando-se para comer uma mosca, quando um macho, que observava a cena, disse:
Perereca, não coma a mosca! Espera que a abelha a coma, e depois tu comes a abelha. Ficaras melhor alimentada. A perereca assim fez e, efetivamente, passados alguns segundos, veio a abelha que comeu a mosca. A perereca preparou-se, então, para comer a abelha, mas o macho a interrompeu novamente:
Perereca, não comas a abelha, ela vai ficar presa na teia da aranha e a aranha vai come-la, então tu comes a aranha, ficaras melhor alimentada. A perereca de novo esperou. A abelha levantou o vôo, caiu na teia da aranha, veio aranha e comeu-a. A perereca preparou-se para saltar sobre a aranha, mas, de novo, o macho interviu. Perereca, não sejas precipitada! Há de vir o pássaro que comerá a aranha, que comeu a abelha, que comeu a mosca. Comeras o pássaro e ficaras melhor alimentada.
A perereca reconhecendo os bons conselhos do macho, aguardou. Logo chegou o pássaro que comeu a aranha. Entretanto, começou a chover, e a perereca, ao atirar-se sobre o pássaro, para o comer, escorregou e caiu numa poça d'água.
MORAL DA HISTORIA
Quanto mais tempo se demora prá comer mais a perereca fica molhada


A mulher leva um susto quando vê a conta do telefone. Ligações interurbanas e internacionais e não sabe quem fez.
Fica vigiando e descobre que foi o papagaio. Bota o louro pregado na parede com as asas estendidas.
Nisso o papagaio vê uma cruz com Jesus e comenta:
- Esse aí deve ter telefonado pra cacete.
O papagaio da dona Maria só falava besteira.
Era só abrir o bico e lá vinha palavrão. Um dia vê a dona tomando banho e grita:
- Eu vi a boceta da Maria.... Vi a boceta da Maria!
Aí ela disse:
- Cala a boca senão costuro o seu cú.
Depois de uns dias, lá vem o papagaio desbocado de novo:
- Eu vi a boceta da Maria.... Vi a boceta da Maria!
Dito e feito, ela cumpriu a promessa e costurou-lhe o cú.
Uma semana depois, olhando pela janela, ele vê uma mulher grávida e faz o seguinte comentário:
- Andou falando palavrão, hein!? Sua desbocada!


Houve um holocausto nuclear, e só sobraram dois animais: um macaco e um elefante. Um dia, o macaco acordou excitado, virou-se para o elefante e falou:
- Que tal se a gente fizesse troca-troca!
O elefante achou legal e disse que o macaco podia começar, o danado do macaco não perdeu tempo e meteu a vara no rabo do elefante.
- E aí, elefante ? - pergunta, depois de algumas bombadas.
- Tô sentindo nada... bota mais macaco!!
O macaco então enfia uma perna e pergunta de novo:
- E ai elefante ??
- Tô sentindo nada.. bota mais macaco!!
O macaquinho se enfia com as duas pernas e o elefante fala:
- Macaco, bota as bolas macaco.. as bolas macaco!!
- Filho duma puta!! - pensa o macaco, já gozando.
- Agora é sua vez elefante !
O macaco já vai se pondo de quatro e pensando em descontar a sacanagem do elefante..
O elefante mete só a ponta e o macaco diz:
- Uffsss!!! Tô..Tô sentindo..nada.. mete mais elefante!!!
- O suor pingava de tanta dor.
- E agora ?? - pergunta o elefante, botando a cabeça inteira.
- Aahhhh!!! Tô sen..tindo naddaaaaa.. mais!!! maiss!!! - o pobre macaco quase berra isso, de tanta dor..
O elefante, dá uma estocada e entra quase a metade.
- As bolas, as bolas - começa a berrar o macaco!
- Mas eu ainda não coloquei tudo!
- Não... São as bolas dos meus olhos que estão caindo!


O sapo foi se consultar com uma cartomante e assim que ela distribuiu as cartas sobre a mesa, profetizou:
- Vejo uma moça loira, muito bonita e inteligente, querendo saber tudo sobre você.
- Croac! Quando e onde eu vou conhecer essa gatinha?
- Semestre que vem, na aula de Biologia!


Desesperada, uma senhora procura um padre.
- Padre, eu estou com um problema! Eu tenho duas papagaias, mas elas só sabem falar uma coisa!
- O quê elas falam? - Perguntou o padre.
- Olá, nós somos prostitutas! Vocês querem se divertir? - disse a senhora.
- Isto é terrível! - Respondeu o padre.
- Mas eu tenho uma solução para o seu problema. Leve suas papagaias para minha casa e eu as colocarei junto com meus dois papagaios, os quais ensinei a rezar.
No dia seguinte, a mulher levou suas papagaias para a casa do padre.
Assim que foram colocadas na gaiola elas disseram:
- Olá Somos prostitutas! Vocês querem se divertir?
Ao ouvir isso, um papagaio olhou para o outro e disse:
- Jogue o terço fora! Nossas preces foram atendidas!


Na fazenda, a menininha estava no quintal dando milho para as galinhas e quando entrou em casa percebeu que tinha perdido o anel. Abriu o maior berreiro e logo o pai foi acudir:
- Não se preocupe, querida!
Arrastou-a para o quintal e foi pegando as galinhas e metendo o dedo no rabo de cada uma delas em busca da jóia. Uma a uma todas as galinhas foram violentadas sem nenhum resultado. Desconsolado, quando resolveu bater em retirada avistou o papagaio em cima do puleiro.
- Vem cá, papagaio! - gritou, erguendo o dedo acinzentado.
- Pera lá! - resmungou a ave. - Comigo é no Raio X!


Na ante sala de um consultório veterinário, um Gato conversa com um Pastor Alemão.
- Estou aqui para ser castrado - dizia o Gato.
- Por quê? - perguntou o Pastor Alemão.
- Eu aprontava bacanais com as gatas da vizinhança e minha dona, inconformada com o barulho que eu fazia todas as noites resolveu me castrar... E você, porque está aqui?
- Eu estava em casa sem nada para que fazer, quando o meu dono, que tinha acabado de sair do banho, abaixou-se para apanhar algo debaixo do armário. Ao ver aquela bunda... perdi a noção do perigo, subi em cima dele e meti-lhe a vara... as costas dele ficaram toda arranhada.
- Noooossa? - espantou-se o Gato. - Ele também vai castrá-lo por isso?!
- Não, vim só fazer as unhas!


O Galo pergunta para o pintinho:
(G) Pintinho, você já fumou maconha?
(P) Eu não.
(G) Vou lhe dar uma fraquinha, com essa fraquinha você já vai ficar doidão.
Depois que o pintinho fuma:
(G) Pintinho, ta sentindo o que?
(P) Não to sentindo nada.
(G) Que isso pintinho, cara tu ta maluco, se eu mesmo fico doidão com essa, tudo bem, agora vou lhe dar uma média.
Depois que o pintinho fuma a média:
(G) Ta sentindo o que?
(P) Não to sentindo nada.
(G) Que isso cara, tu ta maluco, meu deus, se com essa eu fico doidão. Tudo bem, vou lhe dar a mais forte de todas, quem toma essa ou morre ou fica muito doidão.
Depois que o pintinho toma a forte:
(G) E ai pintinho, ta sentindo o que?
(P) Não to sentindo nada, perna, braço, mão, pescoço, cabeça....